A Lia prefere o pai e está tudo bem!

A Lia fica a maior parte do tempo comigo, mas quando o papai chega não tem para ninguém. Sabe aquele pai criativo, que junta alguns lençóis e monta uma cabana, que com dois copinhos plásticos faz telefone sem fio, que coloca filmes de heróis para a filha porque ele ama os heróis, que brinca, brinca e brinca de novo. Ele troca fralda, quando é preciso dá o banho, o almoço, se preocupa com o lanche da tarde, faz dormir, enfim, cuida e cuida melhor que eu.
Muitas vão pensar que sinto meu papel de mãe diminuído, mas vou frustrar vocês e dizer novamente que NÃO! Sabe porque? É somente o meu esposo fazendo o seu papel de pai.
Papel esse que deveria ser feito por todos os pais, pai não ajuda a mãe, pai tem o mesmo dever das mães, pai também precisa estar presente em todo o processo de educação e de aprendizado das crianças.
O Vinicius também trabalha fora e chega em casa só no final do dia, mas o que o diferencia de outros pais? O pensamento na família está em primeiro lugar, o tempo livre é dedicado à nós e ele faz questão que seja dessa forma, faz questão de estar presente e sabe que tem a mesma obrigação que eu no papel de cuidar, criar e educar.
O mais bonito é que isso só aumenta e fortalece o vínculo dele com a Lia.
IMG_3031

 

Deixe seu comentário!