Finalmente concluímos o desfralde

Foram 3 meses e meio de uma montanha-russa repleta de emoções, tanto para a Lia, quanto para nós, e tudo foi resolvido em apenas dois dias pela minha sogra.
Isso mesmo que vocês leram, ela desfraldou a Lia num final de semana e sou muito grata à ela por isso. Com a experiência de já ter desfraldado três filhos e duas nestas, somada à muito jogo de cintura, ela conseguiu que a Lia “aceitasse” o peniquinho.
Mas não pense vocês que foi fácil, na verdade minha sogra começou brincar que a boneca da Lia ia fazer xixi, aí quando a pequena já estava no banheiro nós pedíamos para ela mostrar para a boneca (filha) como se fazia o xixi no penico.
De maneira lúdica ela passou a concordar em ir ao banheiro. Como não pensei nisso antes? Na maioria das vezes estamos tão consumidas pela rotina, pela dificuldade que é educar uma criança, que nos esquecemos de enxergar mais com os olhos do coração.
Mesmo assim não foi fácil, tivemos vários momentos de recusa, mas quanto mais entrávamos no universo lúdico da Lia, mais ela assimilava o desfralde.
Hoje dificilmente temos escape, fazemos pequenas viagens com ela sem fralda e só coloco mesmo a noite, depois que ela dorme.
Enfim, desfralde diurno concluído, já o noturno é outra história e não estou pensando nele nesse momento. Estou focada em encontrar um bom redutor de assento dobrável e protetores descartáveis, para usarmos os banheiros públicos com mais higiene.
Ela fica mais fofa de calcinha!

Ela fica mais fofa de calcinha!

Estou pronta para desistir do desfralde

Dois meses de desfralde e nenhum dia sem vazamento. Estou pronta para desistir do processo, meu coração de mãe quer isso, mas ainda sem coragem para tomar essa decisão.
Nos últimos dias a Lia tem se mostrado completamente alheia ao desfralde, como se não fosse com ela, em nenhum momento vai até o penico sozinha.
Sempre levo ela ao banheiro de tempos em tempos e na maioria das vezes ela não faz, mas logo em seguida escapa o xixi, às vezes no tapete, na cama, na cadeira, no chão e o pior de tudo é que ela não fica incomodada em estar suja.
Ela estava indo tão bem, estou angustiada, o que está acontecendo com a Lia? Com certeza alguma alteração de fundo emocional fez com que ela regredisse totalmente no desfralde.
Isso é o mais difícil para mim e para o meu esposo. Estamos tentando saber o que está se passando com a nossa pequena e não conseguimos respostas concretas.
Já faz uns 20 dias que tenho notado ela diferente com o desfralde e a cada dia os problemas foram ficando cada vez mais evidentes. Há duas semanas busquei auxílio na escola, primeiro com a professora da Lia e em seguida com a coordenadora. Solicitei uma conversa com a psicóloga para que ela nos orientasse nesse momento.
Estamos tentando mais um pouco sem a fralda. Dessa vez sem mural de avaliações, sem dar tanta ênfase ao processo, sem ficar toda hora perguntando se ela quer fazer xixi ou côco. Convido a Lia para me acompanhar quando vou ao banheiro, não demonstro importância com os vazamentos, tudo da maneira mais natural possível.
Desde semana passada estamos nessa fase mais light, em alguns momentos noto pequenas melhoras e em seguida parece que está regredindo de novo. Estou tentando manter a calma, aguardem cenas dos próximos capítulos.
blog desfralde